manchinha

Novembro 29 2004
manchas001.jpg


não me digam que não me conseguiam encontrar nem que fosse na esquina da time square no dia de ano novo à meia-noite por favor não me atirem areia para os olhos que eu estive lá sim senhoras estive sim e bem esperei que nem uma condenada porque ninguém lá esteve na paula rego e essas coisas a propósito sái de lá com uma depressão que só visto caramba e eu que já ando toda às manchas por dentro caramba nunca mais ponho lá os pés ao menos nos livros a gente fecha as páginas e não está para ver aquilo tudo e pronto acabou-se mas ali não que a ideia foi minha e tava tudo deprimido também por isso toca a anadar a andar e a olhar a olhar e a depressão a aumentar e não fomos às francesinhas não senhoras que aqui já há sangue celta que chegue fomos para casa para a lareira assar marshmellows e lamber os dedos e faltava a gerupiga mas havia monte velho também serviu uns poucos cigarros e depois ainda tomei uma aspirina para dormir sem somatizar uma ponta de febre
publicado por manchinha às 17:45

porque será que também fiquei esquisita ao ver os quadros da Paula Rego? mas o que é que se passa que não sou só eu...Claudia
(http://diarioescritora.blogs.sapo.pt)
(mailto:claudiarodriguesfr@sapo.pt)
Anónimo a 15 de Dezembro de 2004 às 11:22

Bem feita!... :)sotavento
</a>
(mailto:sotavento_39@hotmail.com)
Anónimo a 3 de Dezembro de 2004 às 17:30

Mas pelo sim pelo não sempre te digo que acho melhor que dês uma vista de olhos pelas caixas de correio antes que haja nova desgraça. Ainda estou lembrada do caso do salto do sapato italiano na minha brilhante cabeça, se queres saber. E do banho de espinhos que as roseiras têm! Nada de facilidades que para isso já temos o tio Jorge!Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)
Anónimo a 2 de Dezembro de 2004 às 18:18

Esta Assumida é um doce! Leva-me sempre à certa. Mas eu gosto!Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)
Anónimo a 1 de Dezembro de 2004 às 00:34

Ai ai ai, Manchinha, Pilantra... ou seja lá qual for o nome ;-)- é verdade que as "mentes" muitas vezes são enteadas, não por vontade própria mas por força destes inúteis dias de 24 horas! Mas não se esquecem dos "pais", ou, in casu, dos nicks/nomes/amigos com quem gostam de trocar ideias, letras e sabores!
Vá lá não se zangue(m) com as "mentes" e tentem novos sinais de fumo, que desta vez estamos mais atentas!Assumida Mente
(http://www.assumidamente.blogspot.com)
(mailto:assumidamente@iol.pt)
Anónimo a 30 de Novembro de 2004 às 23:15

Ai é? Então espera aí que te vou pôr um sinal na mancha da bochecha da esquerda do espelho!Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)
Anónimo a 30 de Novembro de 2004 às 14:34

ena... e eu a julgar que tinha todas as manchas deste e do outro mundo... ;-)Manchinha
(http://manchinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:e_manchinha@sapo.pt)
Anónimo a 30 de Novembro de 2004 às 01:06

Só mais uma coisa: a Assumida, pelo menos, sabe perfeitamente quem eu sou. Talvez não me conheça pessoalmente, mas sabe como me encontrar. rsrsrsrs é fácil, é barato... só não dá milhões!
Beijo, que já tinha saudades! Olha... quando é que casamos?! Lá terei que ir outra vez ao Porto! Mas francezinhas... só pelo natal, em Paris!
Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)
Anónimo a 29 de Novembro de 2004 às 19:56

Pois, acredito. Mas eu nunca utilizo, sequer, as indicações para terceiros. Isto é: se não colocar o seu endereço num comentário para mim eu não o utilizo, por princípio. E se uma pessoa me responde a um comentário no dia um de novembro e está todo o mês sem aparecer... é porque está retirada por qualquer razão que me ultrapassa. Posso fazer umas «arremetidas» a dizer que estou por aqui, mas não passo daí.
E não faço conjecturas mesmo as evidentes: quem tem um nick para mim é esse nick que é para mim.
Significa isto que não tenho qualquer modo de contactar uma pessoa senão aquele que a pessoa me dá «a mim». Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)
Anónimo a 29 de Novembro de 2004 às 19:38

Que coisa, Manchina! Já disse que fui à Paula Rego, evidentemente! Saí daqui ao fim da manhã de sábado, às quatro estava em Serralves, às sete no Majestic, perto das nove no Capas II que estava à cunha e precisava esperar meia hora, descemos ao outro mais a baixo onde comi a marafada francezinha mais horrivel que alguma vez sonhei e pela meia noite e pouco, hotel. Domingo às dez estava de novo em Serralves, almocei lá, saí pelas 15, meti-me no carro e vim para cá, onde cheguei pelas 19 graças à parva da chuva. Aqui encontrei um recado da Mente a dizer que já tinha a caixa do correio vazia. Mas era domingo e esse recado só teria valido se tivesse vindo na sexta feira. Enviado por Pilantra em novembro 29, 2004 07:26 PM
Pilantra
</a>
(mailto:samartaim@yahoo.com.br)
Anónimo a 29 de Novembro de 2004 às 19:28

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30


pesquisar
 
blogs SAPO