manchinha

Dezembro 16 2006

 

este ano só dou abraços pronto em nome da crise afectiva e da outra a económica abraços muita gente gosta não me custam um chavo mostram o que realmente penso das pessoas este ano também só aceito abraços mas não de toda a gente é que é preciso critério valha-nos a santa que isso de abraçar toda a gente cheira-me a promiscuidade e eu promíscua só em alguns casos quando não tenho outro remédio e estou entre a espada e a parede e tenho de me prostituir para não me cortarem nos euros não vos acontece a vós essa promiscuidade também é que dantes era o fascismo e o comunismo agora é declaradamente o eurismo por isso este natal só ofereço abraços em nome do anti-eurismo em nome do afecto que desse não me desabituo às vezes até me parece uma coisa saida do senhor dos anéis com a escuridão a avançar sobre nós ninguém se abraça e caímos na terra escura depressiva na verdade nunca na vida tive tantos amigos com depressão apetece-me dizer não fiques aí enquanto a sombra avança chega-te para aqui que eu só tenho abraços mas afasto as sombras posso não afastar mais nada mas isso afasta e se vos chega cheguem-se para aqui

publicado por manchinha às 15:03

É sempre bom vir aqui. Não se/te vá/vás embora.
Susana V. M. a 29 de Dezembro de 2006 às 09:57

e para onde iria eu? para frança, canadá ou áfrica do sul? sei lá...
obrigada :)
manchinha a 29 de Dezembro de 2006 às 11:43

Venha de lá o abraço toma lá o abraço.
samartaime a 15 de Janeiro de 2007 às 14:27

Atão e depois, disto, nada?...
ondaazul2006 a 14 de Fevereiro de 2007 às 19:20

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar
 
blogs SAPO