manchinha

Dezembro 03 2007
gosto de falar sabem-me bem as palavras na boca especialmente quando olho para ti e parece que elas vem como uma onda prontas para desabar na areia gosto de te abraçar à beira da água as pernas molhadas as ideias a fugir para longe para onde a gente se encontra quando não estamos juntas gosto de falar de perder tempo a ouvir o som que as palavras têm mas não me importo com o silêncio que me pacifica hoje ouvi palavras bonitas fui buscá-las a uma página aberta num livro que amo recitadas em voz alta faziam sentido tinham peso e eram como a beleza que vejo quando te tenho diante de mim
publicado por manchinha às 16:19

Já tinha saudades de te ler.
Beijo
postscriptum a 4 de Dezembro de 2007 às 21:51

ai que bom sentir que sentem a nossa falta embora eu nunca esteja longe sempre perto sempre muito perto
manchinha a 9 de Dezembro de 2007 às 10:25

Finalmente!... Gosto de te saber viva!
samartaime a 5 de Dezembro de 2007 às 00:29

mas tou vivíssima da silva amiga sammy pois estou e não julgue que escapa às conquilhas outra vez beijinhos pois então
manchinha a 9 de Dezembro de 2007 às 10:23

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
18
20
21

23
24
25
26
27
28

30


pesquisar
 
blogs SAPO