manchinha

Março 14 2008
só eu sei que sonhei contigo esta noite quero que sejas feliz murmurei ao teu ouvido e tu quase acalmaste mas não te basta a felicidade e as coisas que já tens que já conquistaste nesse teu modo inquieto tens de correr voar desafiar tens de entender e buscar não sei como se poupam as pessoas a essa irrequietude da alma às vezes fazes-me chorar porque não sei como te poupar a essa infelicidade que é tão tua e às vezes também penso que se calhar és tu que a crias que a moldas para te obrigares a avançar mais um bocadinho como tu gostas de punhos e dentes cerrados determinada pronta para todas as adversidades e às vezes também gostava de ser assim de me sentir tão à vontade nessas vestes de guerreira emocional que para ti a vida batalha-se triunfa-se gasta-se vive-se mesmo quando fazes de conta que te abateu quando quebrada te aninhas e te mostras como a pessoa mais indefesa do mundo só eu sei como sonho contigo e como te abraço para te mostrar que sim que te sinto
publicado por manchinha às 11:55

e comento como se nem te quero abanar dessa felicidade? Gosto de te saber feliz. Vou ficar aqui quietinha, para que não se perturbem com a presença sempre estranha.
Abraço!
samartaime a 14 de Março de 2008 às 19:33

abane à vontade rica amiga que à verdadeira felicidade não há quem a adorn e olá sammy seja bem-vinda aos lados de cá
manchinha a 15 de Março de 2008 às 08:35

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12

16
17
19
20

24
25
26
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO