manchinha

Outubro 28 2008

há cinco anos que escrevinho aqui coisas que às vezes me passam pela cabeça às vezes não me passa nada nem quero que passe que no silêncio também me comprazo e dedico a outras coisas aniversários são sempre coisas estranhas com o seu quê de contabilidade aterradora pelo menos para mim que sou incapaz de alinhavar muitos números somas e subtracções já para não falar em multiplicações e divisões somas soam-me a carregos subtracções a perdas multiplicações a confusões evitáveis e divisões a coisa de futebol não que não goste de bolas até já houve tempo em que tinha uma de cada nação mas já o cachorro se cansava delas com facilidade imaginem-me então a mim que me enfastio com facilidade e de praticamente tudo como do facto de estes blogs nacionais não terem uma api para usar no scribefire que dá um jeitaço para postar sem ter de andar a contas com as entradas nas páginas mais username mais password não é só clicar no botãozinho no canto da página e escolher o blogue em que se quer postar muito mais jeitoso e os pikenos do sapo já prometeram que iam implementar as apis e aí é que vai ser uma beleza só de pensar abandono a tentação de migrar para outro blog e assim aos cinco anos de rabiscos não há grande coisa a dizer pelo menos em comparação com outras coisas ameaçadoramente importantes como as crises e outras tretas que inventam para nos assustar que esta gente não sabe governar senão assustando os outros para que não se atrevam a desafiá-los e não lhes bastava transformar as principais avenidas de todas as cidades do mundo em centros comerciais da banca como ainda têm de dar passitos atrás e nacionalizar os ditos com o dinheiro dos impostos a fazer o que se fazia há cinquenta anos quando as nacionalizações pareciam muita democratas e talvez até fossem se não fosse a profunda incapacidade dos gestores públicos de governar o dinheiro dos outros agora a culpa é do capitalismo é sempre de qualquer coisa menos de fulano e sicrano que afinal tem as ideias e convence os beltranos todos a aderir e a criar uma nova moda de ismos é como as camisas e os ténis de marca é preciso estar sempre a inventar coisas novas para manter o interesse do público não basta pôr-lhe solas nos pés e mandá-lo dar uma curva ao bilhar grande porque a maioria das pessoas vai mesmo dar a volta e retorna ao ponto de partida e dali não se mexe até lhe mandarem dar outra volta também ninguém lhes diz vai para casa camelo vai à tua vida inventa uma se não tens que tou farto de te mandar para esta e aquela parte afinal mandar também cansa mas assim como assim a alternância democrática sempre vai fornecendo licenças sabáticas de quatro anos a este e àquele grupo no futebol é que não mal deixas de ter pernas vais mesmo para o raio que te parta e depois nem direito tens a medicamentos à borla para compensar a musculatura abusada em prol do lucro fácil não tens de te aguentar à bronca com as dores e o facto de não valeres a ponta de um corno como um gadget fora de moda como uma cara bonita que já nem as plásticas conseguem compor mas que estou eu para aqui a dizer

publicado por manchinha às 23:26

cinco anos de tanta coisa... lá estamos na contabilidade, mas tudo somado aqui dá uma multiplicação de excelentes posts que divididos por tantos temas e ideias nos subtrai da passividade e da monotonia.
beijos minha querida
Maria Oliveira a 4 de Dezembro de 2008 às 11:32

Olá. Eu adoro o seu/teu blog. Há montanhas de tempo.
Boa Páscoa.
Susana a 5 de Abril de 2009 às 18:15

a páscoa já foi, mas aceitam-se os votos e retribuem-se, para este ou outro fim-de-semana qualquer.
até já :D
manchinha a 18 de Abril de 2009 às 14:46

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO