manchinha

Janeiro 03 2009

estava aqui a pensar enquanto cai a noite como podem passar devagar todas as coisas tempo a mais para quando se está com pressa ou não sendo pressa quando se espera que alguma coisa venha ao nosso encontro e às vezes nem se deve estar à espera mas neste caso não consigo decidir-me acho que devo esperara embora a espera me aborreça e me pareça sempre que estou a perder alguma coisa assim sem fazer nada o que acontece é que também se tem de dar tempo ao tempo só que pergunto eu a que estou eu a dar o meu tempo ou estarei eu a deixá-lo correr a arranjar desculpas para não agir o certo é que sabe bem não estar sempre a tomar decisões que cansativa é a pressão para decidir decidir decidir até parece que não há mais nada para fazer na vida senão decidir mostrar pro-actividade e essas coisas todas que se inventam hoje para dar a impressão que muito ritmo é um bom ritmo é a coisa certa como se soubéssemos o que é a coisa certa quando se cultiva a acção acima de todas as coisas sem outro propósido do que o de parecer que se é activo há gente que nasceu para acção com certeza mas daí a instaurar o culto da acção parece-me um disparate sendo que não se tem grande tempo para pensar quando se é forçado a estar sempre a agir o que é uma arma imensa para quem não gosta que se pare para pensar há-de trazer um grande lucro esta coisa da acção acção acção não reflexão pelo menos para alguns visto que quem não pensa acaba por se sentir de alguma forma justificado nesta coisa dos ritmos activos da vida ai já estou a dizer disparates ou a dizer mal sei lá

publicado por manchinha às 01:58

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO