manchinha

Agosto 16 2010

de vez em quando lá escorrego para uma praia no índico e deixo-me embalar pelas ondas pelo calor pela vontade que dão as coisas que se encaixam e nos encantam com esse sabor de praia e de vento na cara e música de águas que se estatelam em tapetes de areia de vez em quando deixo partir a minha vontade para outras paragens sonhos a esbater-se como as mãos cheias de espuma nessas alturas não me é difícil reconhecer-me nem complicado sentir a felicidade

publicado por manchinha às 16:40

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO