manchinha

Março 30 2004
verao41.jpg

Às vezes vêem-se anjos na praia de verão rostos talhados na sombra da noite rebeldes efémeros possantes delicados atentos silenciosos és um anjo de praia asas imaginadas desnecessárias movimentos passos marcados na areia sem som as aparições voos precisos mãos enormes que nos amparam ficamos suspensos paralizados e livres surpreendes-me à chegada à partida desgostas-me. Onde estás anjo de praia?
publicado por manchinha às 03:50

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Março 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
20

21
25
26
27

28
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO