manchinha

Novembro 29 2005
mundotriste.gif


o mundo está triste e eu estou triste por assistir à tristeza à falta de entusiasmo ao pretérito dos sonhos antes mesmo de terem tempo de serem sonhados o mundo está triste da tristeza de todos e é pena que não se saiba que a tristeza é só um quarto fechado e escuro na nossa vida mas que a casa é muito maior que os quartos são muitos e a felicidade é afinal como a caverna do ali baba só precisamos de gritar abre-te sésamo e ela mostra-se e então nós avançamos confiantemente atravessamos a porta do quarto da felicidade e ficamos lá a torrar ao sol quentinho que banha o quarto como se ele fosse completamente aberto sem paredes onde pôr as janelas e essas coisas que desenhamos nos gabinetes de psicologia quando somos crianças e ainda nos perguntam se gostamos do desenho que estamos a fazer e isso é óbvio não é porque ninguém se dá ao trabalho de estar um tempão a desenhar aquilo de que não gosta isso é ainda mais verdadeiro quando somos crianças e nos levamos muito a sério e não brincamos com coisas importantes mas brincamos com tudo porque essa é a nossa natureza valha-nos isso eu cá quando era criança gastava imenso tempo a desenhar tudo o que me parecia essencial e não via à minha volta cadernos e cadernos de aventuras de fadas de super-heróis vocês não fazem ideia como era clara e rica a minha visão naquela altura depois só muito depois é que nos empurram para o quarto escuro da tristeza tudo e todos nos dizem vai lá para o quarto da tristeza anda vá desanda e nós vamos sem perceber nada de nada acreditamos que temos de ir mas na verdade não temos nunca temos de ir para lado nenhum que nos mandem era o que faltava mas é difícil compreender isso porque as pessoas que nos remetem para a tristeza são justamente as que mais nos importam são sempre as que amamos e no quarto delas parece que há pouco espaço para mais alegrias que as suas mas somos todos um bocado assim defensivos das nossas alegrias e tolos como soldados perfilados em guaritas a brincar às guerras com medos que nos roubem a alegria e a guardá-la a sete chaves até nos esquecermos completamente como é e é por isso que o mundo está triste tão cheio de soldadinhos a guardar a alegria e sem tempo para olharem para ela e se darem com ela eu sou desertora há muito tempo é um pecado capital que se paga com a vida é uma lei da vida um bocadinho parva mas é assim por isso vou pagar com a vida ser desertora da tristeza e das guaritas da vida pronto fujo da vida como dizem e depois quem é que quer uma vida chata assim
publicado por manchinha às 18:55

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Novembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
15
17
18

20
21
22
23
24
25
26

27
28
30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO