manchinha

Dezembro 19 2007
Quitámela tú... Quitame la suerte
Quitámela pronto si voy a perderte
Llévatela tú... Quitame la vida...

... Esta vida que me sobra
Que me ahoga si respiro de ese aire que te nombra
No la quiero...
No me deja el corazon latir
Este ruego que de tanto suplicarte se ha hecho fuego
Que me tiene echando leña en un bolero
Solo pide si te vas a ir...

Quitámela tú...

Mira... Se me va la vida
Cuando duele tanto el corazon... De latir se me olvida
Mira como pierdo el rumbo
Cuando estas tan lejos se me va
La ilusion tras de ti... Dando tumbos

...este dia que se apaga
Esta herida que envenena
Esta noche que no acaba
No la quiero...
No me deja ser feliz... Sin ti
Solo espero... Que me creas si te juro que te quiero
De morirme junto a ti no tengo miedo
Tengo miedo de vivir sin ti ...

Mira...

Quitámela tú... Quitame la suerte
Quitámela pronto si voy a perderte...

(Rosana, Dando Tumbos)

e o meu pendor para as músicas de dor de corno pronto mas há lá coisa mais pungente que um bolerozito há lá coisa mais quente para a alma há que viver a vida assim como as notas mais altas do refrão nada mais faz sentido
publicado por manchinha às 10:19

Dezembro 19 2007


ele há vidas aventurosas não a minha com certeza não vivia numa barca bum rio gelado num país gelado a gente adapta-se eu sei já quanto aos gelados o assunto muda de figura porque sabem mesmo bem durante o inverno é que no verão o açúcar parece que fica na garganta faz-me sede e enrola-se-me na língua como o vinho tinto o que sabe mesmo bem é descer até ao rio com uma paragem para pegar num café quente uma vista de olhos pelos jornais e um dedo de conversa com alguém
publicado por manchinha às 08:59

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
18
20
21

23
24
25
26
27
28

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO