manchinha

Dezembro 22 2010

estava a precisar de riscar no papel com força por causa do redemoinho que é esta época a engolir-nos quer queiramos ou não porque tudo à nossa volta está de pernas para o ar o Natal é como um maremoto não nos safamos não temos força somos sugados para dentro de todas as chatices por uma força colectiva muito maior do que a nossa nos passeios no trânsito nas mensagens nos telefonemas na pressão familiar para isto e para aquilo devíamos ser capazes de congelar esta época durante uns sete anos seguidos assim à laia de encantamento deitado sobre gente que não aprende de outra maneira sair dele depois do ano novo e pronto já estava no fim já toda a gente se tinha esquecido do desvario em que se anda e recomeçava tudo com calma e muito mais cuidado enquanto se lembrassem talvez não repetissem os erros passados que direito temos nós de nos atormentar desta forma se existe um deus num céu qualquer há-de querer saber por que raio nos punimos desta forma desprovida de qualquer utilidade ou sentido e aí sim havia de existir a ameaça de um castigo apocalíptico para quem voltasse a pecar caramba

publicado por manchinha às 11:14

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO