manchinha

Julho 29 2005
MG.gif

é a vertigem ar puro vento a correr contra a pele nos pulmões a plenos pulmões como um grito tanta música tanto romantismo sonho ó mentes qual dizia deixa-te ficar na minha casa nossa casa é tão boa um ninho há janelas que tu não abriste ainda vais a tempo temos tanto tempo o luar espera por ti ali no horizonte olha o crescente quando for a maré vaza o brilho prata por cima da água nem a isadora duncan de écharpe ao vento descapotável e ainda tens que me dizer senão digo-te eu caramba porque é que nunca partiste também isso é que era lindo partia tudo à volta tá-se a ver
publicado por manchinha às 21:15

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

manchas negras, cinzentas e brancas em todos os cantos da nossa vida. que fazer senão chocar de frente com elas e esperar que o acidente tenha consequências notáveis?
mais sobre mim
Julho 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
22
23

24
26
28
30

31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO